Publicado em 14/10

Tributo à Criança: Sua, Minha, Nossa...

“ Abrace a arrogância que há em ti, porque por trás dela tem uma criança não querida....
Abrace a exigência que há em ti, porque por trás dela há uma criança que não tem sentido amor....
Abrace o “agradador eterno” que há em ti, porque por trás dele há um menino (a) rejeitado (a)....
Abrace a ira e a raiva que há em ti, porque por trás dela tem uma criança abandonada....
Abrace o solitário que há em ti, porque por trás tem um menino (a) excluído e discriminado....
Abrace o comportamento inconstante, a apatia, a falta de sentido, porque por trás de tudo isso está a sua criança a sofrer ser quem não é....
Abrace a dor que há em ti, porque por trás dela há uma criança....
As crianças que habitam dentro de nós estão começando a se manifestar e desta vez não pararão até serem ouvidas....
Por favor, desde o mais profundo do meu coração, peço-te: não silencie mais....
Aprenda a integrá-las, para compreendê-las e abraça-las, libertá-las, devolver-lhes a vida.”

autor desconhecido.